Home Empreendedorismo Bike Ateliê: Peças de bicicletas recicladas tornam-se móveis e obras de arte
Bike Ateliê: Peças de bicicletas recicladas tornam-se móveis e obras de arte

Bike Ateliê: Peças de bicicletas recicladas tornam-se móveis e obras de arte

Três amigos se unem de forma descompromissada e começam no Brasil uma produção artesanal com itens reciclados.

0
0

Mesas, cadeiras, abridores de garrafas, luminárias, espelhos de parede, relógios, suportes e o que mais você puder imaginar ou não. Essa é a proposta que um jornalista do segmento de bikes, uma arquiteta e um administrador de empresas. Eles fundaram neste mês, em São Paulo (SP), uma empresa com o objetivo de fabricar móveis, utensílios para o lar e objetos de decoração com peças e componentes inutilizados.

bike-atelie-01

No início não passou de uma brincadeira, o objetivo era ressignificar materiais velhos e inutilizados de bikes e construir objetos que pudessem ser úteis em casa ou mesmo servirem como móveis e artigos de decoração.

bike-atelie-02

bike-atelie-03

Álvaro Perazzoli é jornalista e fotógrafo do segmento de bicicletas; Flávio Giovanni é empresário, músico e fotógrafo; e Mônica Leandro, arquiteta. Além de uma longa amizade ligada pela própria bicicleta, os três têm em comum a arte e a atual crise econômica do país.

Decidiram, em julho de 2015, utilizar as peças velhas e sem uso de suas próprias magrelas como matéria prima. A primeira criação foi um relógio de parede feito com um pé de vela velho. A idéia não parou por aí, aros inutilizados começaram a se tornar mesas de sala, pedaços de quadros viraram luminárias e correntes desgastadas se transformaram em detalhes refinados e criativos.

bike-atelie-04

“Foi em uma visita casual que fiz na casa do Flávio, lugar que sempre rende boas idéias quando tomamos algumas cervejas. Pensamos no que poderíamos fazer nesse segmento. Chegamos à conclusão que a nossa solução estava no maior problema ambiental do planeta, o lixo”, fala Álvaro Perazzoli, que atua na comunicação do Bike Ateliê.

Flávio, que atua diretamente na produção, diz que esse projeto é a síntese de um sonho antigo de trabalhar com algo que contribua com um mundo melhor e use o conceito das bikes. “É uma forma simples e conceitual que encontramos de fazer algo bom para a humanidade. Transformamos o lixo em objetos reutilizáveis”.

bike-atelie-07

Mônica, que atua na elaboração dos projetos e criação complementa que essa ideia é a transformação em algo que já teve um passado e foi descartado em algo novo, criativo e funcional, pronto para uma nova história.

Nascia o Bike Ateliê, uma empresa fruto da paixão e amizade de três profissionais brasileiros que resolveram dar um outro sentido na bicicleta.

“Nós passamos a ver o mundo de uma forma diferente. Olhamos os móveis e objetos de nossas casas e pensamos com quais peças e componentes podemos recriá-los. Desconstruímos a ideia da bicicleta para dar um outro sentido ao lixo”. conta Álvaro Perazzoli.

O conceito por trás do projeto vai muito além da simples visão mercadológica do atual cenário econômico global. Segundo Mônica, reciclar tem “ciclar” no nome e a reciclagem é uma nova ideia sobre algo que muitas vezes é visto como obsoleto, inútil ou sem mais valor.

bike-atelie-06

bike-atelie-05

“A bicicleta por si só é uma das principais soluções ambientais do mundo. Mas há um momento que ela também vai ao descarte. Nós resolvemos esse problema e proporcionamos que ela continue ‘ciclando’, declara Álvaro.

O Bike Ateliê revelará todas as suas criações para o público e a imprensa no evento Bicicultura 2016, que ocorrerá entre os dias 26 e 29 de maio, em São Paulo (SP). O estande estará ao Lado do Teatro Municipal na Bicifeira.

Para saber mais acesse: www.facebook.com/bikeatelie

O Bike Ateliê é a união de três profissionais paulistanos que idealizaram uma empresa para comercializar suas criações artesanais com peças de bicicletas recicladas. O projeto foi idealizado em agosto de 2015 e lançado em maio de 2016. O Bike Ateliê comercializa seus produtos para consumidores e empresas de todo o país.

Fotos: Agência Laborazoli / Divulgação