Home Empreendedorismo Entre becos e vielas, bicicletas facilitam a vida de comunidade do Recife
Entre becos e vielas, bicicletas facilitam a vida de comunidade do Recife

Entre becos e vielas, bicicletas facilitam a vida de comunidade do Recife

Projeto “Bota Pra Rodar” tornou bikes mais acessíveis na capital pernambucana.

0
0

Cerca de cinco mil pessoas moram no bairro Caranguejo Tabaiares, na zona oeste do Recife, e circulam entre ruas estreitas, becos e vielas para suas atividades cotidianas. Mas desde março de 2017 os moradores desta comunidade passaram a contar com um fator facilitador para o dia a dia: bicicletas acessíveis.

Desenvolvido pela Associação Metropolitana de Ciclistas do Grande Recife, o projeto “Bota Pra Rodar” colocou 20 bicicletas à disposição da população do local e montou dois bicicletários unidos a estações de manutenção em um sistema de compartilhamento comunitário. A missão dos moradores é usar a bicicleta, cuidar dela e devolver para que outra pessoa também seja beneficiada.

“É uma ferramenta que pode transformar a vida das pessoas e dar autonomia para resolver seus problemas”, comentou Daniel Valença, coordenador do projeto.

Em um mês, 150 pessoas se cadastraram no projeto que permite o uso de uma bicicleta por um período de até quatro horas. A princípio não haverá penalidade em caso de atraso, roubo, quebra ou outro problema. A ideia é criar uma consciência de preservação do meio de transporte que pode beneficiar a vida de todos os usuários.

“O projeto é desafiador, pela cultura que temos de apropriação. Ele desperta o senso de unidade, de respeito e de princípios. Mas não estabelecemos qualquer tipo de multa. Vamos contar com a consciência de cada um”, explica Reginaldo Pereira, coordenador da biblioteca comunitária.

Tem uma bicicleta para doar ao projeto? Você pode entrar em contato com o “Bota Pra Rodar” pelo Whatsapp. O número é (81) 98116-8468.

Fotos: Reprodução / G1