Home Mobilidade Urbana Quem pedala no Brasil?
Quem pedala no Brasil?

Quem pedala no Brasil?

0
0
Resolving timed out after 5514 milliseconds

Você tem uma bicicleta em casa? Então nos responda: qual a principal razão para você preferir se locomover, mesmo que por hobby, com ela? Foi movida a essa e outras questões que a ONG Transporte Ativo idealizou a pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro 2015. A intenção foi descobrir quem são aqueles brasileiros que circulam de bicicleta diariamente pelas grandes e pequenas cidades do país.

Capa do PDF da pesquisa Perfil do Ciclista Brasileiro 2015

Imagem: Reprodução/Transporte Ativo

Números da Pesquisa sobre o ciclista brasileiro

Os pesquisadores da Transporte Ativo foram às ruas de 10 cidades brasileiras: São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Recife, Porto Alegre, Belo Horizonte, Niterói, Brasília, Aracaju e Manaus. No total, foram 5012 ciclistas entrevistados durante os meses de julho e agosto de 2015. O perfil buscado era de cidadãos comuns que utilizavam a bicicleta como meio de transporte para trajetos longos ou curtos pelo menos uma vez por semana.

Os números foram bastante esclarecedores e mostraram um perfil bem concentrado em todas as cidades. O ciclista brasileiro possui, em sua maioria, entre 25 e 34 anos. Foram 36,4% nessa faixa e 24,2% com idade entre 35 e 44 anos. Do total, observou-se também que 73,6% dos entrevistados pedalam pelo menos 5 dias na semana e a maioria concentra-se no Rio de Janeiro, sendo 81,4% desse total.

Questionou-se também sobre quantos ainda utilizam carro ou outros meios de transporte além da bicicleta. Nas dez cidades, 25,7% ainda realizam essa integração, sendo a maioria novamente no Rio de Janeiro, com 34,4% desse total – São Paulo ficou bem próxima desse resultado com 27,7%. Percebe-se também que 30% das pessoas que pedalam em todas as cidades possuem uma renda mensal entre R$ 788,00 e R$ 1576,00.

Uma questão muito curiosa é que as mulheres se locomovem bem mais rápido do que os homens. Em média, o tempo de corrida de uma ciclista é de 25 minutos, enquanto do homem chega a 31 minutos. Por outro lado, eles pedalam mais dias na semana do que as mulheres. Dos entrevistados, 30% afirmaram utilizar bicicleta todos os dias, enquanto apenas 18,7% das mulheres adotam a mesma prática.

Principais destinos

Imagem: Reprodução/Transporte Ativo

O que esses números indicam?

Primero, a mudança nítida do comportamento do ciclista brasileiro sobre seus atos cotidianos. Vê-se mais uma preocupação com a praticidade de uma bicicleta do que o conforto de circular pelas cidades em carros. Questões como poluição e violência urbana também entram em pauta, já que é baixo o número de assaltos à ciclistas.

Há ainda uma contribuição bastante aparente que os resultados levam às formulações nas políticas públicas do Brasil. A cultura de circular com transportes alternativos tem crescido no país e, com isso, necessita-se de um maior investimento sobre os novos costumes. Que sejam resultados válidos e crescentes a cada dia!

Gostou da novidade? Nos conte como anda a circulação do ciclista na sua região!

tags: