1. Home
  2. Comportamento
  3. A força das redes sociais e o hábito de pedalar
A força das redes sociais e o hábito de pedalar
0

A força das redes sociais e o hábito de pedalar

0
0

Para muita gente todo começo de ano é a mesma história: novas promessas, metas e resoluções para a vida. Se você gosta (ou não) de traçar planos para o ano, um deles pode ser relacionado à sua frequência de pedaladas. Segundo o Strava, ser mais ativo na rede social é uma importante chave para ter maior consistência sobre a sua bike.

O aplicativo mais popular entre ciclistas do mundo analisou os dados produzidos por seus usuários desde janeiro de 2016 e constatou que quem utiliza mais as ferramentas disponíveis, curtindo trajetos de outras pessoas ou juntando-se a grupos ou pedaladas coletivas logo nas primeiras semanas após o download tem o dobro de chances de seguir pedalando regularmente do que quem não interage socialmente.

Usuários que apenas “sobem” suas corridas para o aplicativo nas primeiras semanas de uso têm 73% mais chances de seguirem engajados após um ano utilizando o Strava, enquanto usuários que seguem as atividades de outros têm 81% a mais de chance de permanecerem ativos.

Segundo a psicóloga Kristin Keim, os meios para um atleta (ou aspirante a) conseguir motivação para manter sua atividade física de maneira regular são variados, mas a interatividade pode ser um deles.

Leia também: Nunca é tarde para começar a andar de bicicleta

“Normalmente os graus de motivação variam de pessoa para pessoa. Se alguém já é naturalmente motivado, pode achar mais fácil treinar por conta própria e buscar seus objetivos físicos sem ajuda externa. Por outro lado, quem precisa de um empurrãozinho pode encontra-lo em grupos, sejam eles virtuais ou reais”, conta a doutora.