1. Home
  2. Dicas
  3. Você sabe qual o pneu ideal para cada tipo de terreno?
Você sabe qual o pneu ideal para cada tipo de terreno?
0

Você sabe qual o pneu ideal para cada tipo de terreno?

0
0

Pneus são acessórios básicos, baratos e fáceis de trocar, talvez por isso nem sempre é dada a devida importância pelos ciclistas amadores. Mas a verdade é que a escolha desses equipamentos faz toda a diferença para a sua pedalada, já que cada tipo de pneu é feito para um terreno específico. Você sabe quais são eles?

A fabricação de pneus para bicicletas é divida entre os slick (lisos), semi-slick (lisos que possuem alguns cravos, ou até mesmo alguns desenhos na banda) e os com cravos. A diferença entre eles é a aderência que cada um tem para cada tipo de terreno.

Começando pelos slick, por possuírem uma superfície lisa, são feitos para rodarem no asfalto, onde não necessitam de muito atrito com o solo e podem atingir velocidades maiores. Esse tipo costuma ser mais fino, já que a intenção dele é manter a bike leve e rápida. Eles também costumam ser mais frágeis que os outros tipos.

Exemplo de pneu slick (liso)
Exemplo de pneu slick

Já os pneus com cravos provocam maior aderência com o solo, o que os fazem ideais para terrenos de terra, lama, barro ou areia. Quanto mais grossos esses pneus, mais estabilidade e controle tem o ciclista nestes tipos de terrenos.

Há diferentes tipos de pneus assim, pois os cravos podem ser mais juntos ou separados. Quando mais aproximados, eles dão mais controle, aderência e, devido ao peso, menos velocidade. Quando separados, além de deixarem a bike mais leve e rápida, também evitam que acumule lama.

Diferentes tipos de pneus com cravos
Diferentes tipos de pneus com cravos. Foto: Sylenius / Wikipedia

O formato destes cravos podem influenciar na performance do pneu, já que os quadrados e circulares são feitos para conseguirem mais velocidade, enquanto os outros procuram ter mais aderência.

Para os que pretendem fazer passeios que incluem ambos os tipos de terreno, os semi-slicks servem para que você não se prejudique em nenhum dos dois, já que procura atender as necessidades de ambos (sem a mesma eficiência de um especializado, é claro).

Exemplo de pneu semi-slick
Exemplo de pneu semi-slick

Mas o que acontece caso você inverta os papéis e use um pneu com cravos no terreno de slick, ou vice-versa? Nós explicamos.

Usar um pneu com cravos no asfalto vai criar um atrito desnecessário, fazendo com que o ciclista tenha uma aderência exagerada. Isso acaba deixando a bike mais pesada, gerando mais cansaço e impedindo que você chegue a uma velocidade própria para o passeio.

Já no caso contrário, a necessidade de usar um pneu próprio é ainda maior, pois implica na segurança. Pneus lisos vão fazer com que a bike derrape em terrenos com barro e lama, além de não oferecer aderência para a locomoção e causar maior risco de quedas em curvas com velocidade. Por isso, atividades como Mountain Bike necessitam atenção neste tipo de detalhe.

Após escolher o tipo de pneu que você vai usar, não se esqueça dos outros fatores: qualidade, calibragem, tamanho do aro e largura também são muito importantes para que o produto cumpra tudo o que promete e faça com que você aproveite o passeio ao máximo.

Artigo patrocinado por MX Bikes

 

Foto em destaque: David Chu / Flickr

tags: