1. Home
  2. Mobilidade
  3. Urbana
  4. No Recife, projeto leva bikes especiais para pessoas com deficiência
No Recife, projeto leva bikes especiais para pessoas com deficiência

No Recife, projeto leva bikes especiais para pessoas com deficiência

0
0

No final de 2016 o Projeto Bike Sem Barreiras foi lançado no Recife com um objetivo: possibilitar que pessoas com alguma deficiência física se locomovam livremente pela cidade. A ação conta com apenas três bicicletas, mas, apesar de ainda pequena, é importantíssima para quem muitas vezes não recebe nenhum tipo de amparo, principalmente em relação ao transporte individual.

Instalado na Praça Edgar Amorim, no Bairro da Jaqueira, na zona norte da capital pernambucana, o projeto tem três bikes feitas especialmente para atender às necessidades de pessoas que gostariam de pedalar por aí, mas não podem usar uma bicicleta convencional.

A primeira delas tem os pedais na altura das mãos e pode ser utilizada por paraplégicos. A segunda é uma bicicleta dupla que comporta um ciclista monitor e outra pessoa que pode ser um deficiente visual ou um idoso com dificuldades de locomoção. Já a terceira tem uma cadeira na parte dianteira que aguenta cerca de 120 quilos e pode ser utilizada até por tetraplégicos.

Suely Guimarães, atleta paralímpica com cinco participações em Paralimpíadas e três medalhas conquistadas, testou as bicicletas do Bike Sem Barreiras e aprovou a iniciativa. “Vai ser ótimo porque todas as pessoas terão direito a inclusão. Seja qual fora a bicicleta, não é nada difícil”, contou à TV Jornal do Recife.

Cada pessoa pode pegar uma das bicicletas emprestada por quinze minutos no período entre as 9h e as 16h em domingos e feriados. Caso não haja lista de espera, o prazo de devolução pode ser estendido. O projeto, que foi desenvolvido numa parceria entre a UniNassau e a Prefeitura do Recife, ainda fornece serviços de saúde como fisioterapia, massagem e aferição de pressão.

Imagens: Reprodução Uninassau